O Procomum não anda sozinho! Pertencemos, construímos e participamos de várias redes de pessoas, iniciativas e infraestruturas que constróem o comum todos os dias. Gente de diferentes lugares do mundo e do Brasil que nos últimos anos se lançou em uma jornada em busca de formas alternativas de viver e produzir e está construindo uma emergente cidadania translocal.