Uma rede ibero-americana de Inovação Cidadã

O vídeo compartilhado neste texto contém as apresentações finais feitas pelos participantes da residência de Inovação Cidadã desenvolvida pela Secretaria Geral Ibero-Americana e o MediaLab-Prado. São peças que traçam um panorama muito interessante do que se está desenvolvendo nos países da América Latina.

A primeira apresentação é de Dardo Ceballos, do Governo da Província de Santa Fé, Argentina, que foi a Madri para desenvolver o projeto Santa FabLab.

Depois, temos a apresentação de Adela Ruiz Belenguer e Pilar Hernández Cordero que atuam no Huerto Roma Verde, da cidade do México.

Mariela Suray Ortega apresentou a experiência que CIESPAL está desenvolvido no Equador, do MediaLab UIO.

A minha apresentação é a penúltima.

Encerra Andrea Apolaro, funcionária da prefeitura de Montevidéu, que está a frente das políticas de inovação cidadã da capital uruguaia.

A residência de inovação cidadã da SEGIB e do MediaLab Prado permitiu a criação de uma rede de laboratórios ibero-americanos, que surge a partir de nossas experiências e que estará novamente em articulação no Laboratório de Inovação Cidadã (LABIC) que ocorre a partir da próxima semana, no Rio de Janeiro.

O ponto principal que as residências nos trouxeram foi o enriquecimento de nosso marco conceitual, a partir de uma gigantesca panorâmica dos modelos possíveis de laboratórios de cultura digital e inovação cidadã.

“Nossos projetos começaram a ser repensados, e um ponto essencial é abrir o modelo para afirmar a ideia de que estamos desenvolvendo um laboratório de inovação cidadã”, resumiu Ceballos em sua apresentação final.

1 comentário em “Uma rede ibero-americana de Inovação Cidadã

  1. Pingback: Apresentação final da residência no MediaLab-Prado | Tecnologias e Alternativas

Deixe uma resposta para Apresentação final da residência no MediaLab-Prado | Tecnologias e Alternativas Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *