Uma atividade proposta pelo Instituto Procomum foi selecionada para a programação do festival re:publica de 2017. “Criando Organizações para o Comum” é o título do painel que pretende discutir a urgência de reinventarmos as instituições com a finalidade de promover os bens comuns. A mediação da mesa será realizada pela Diretora do IP, Georgia Nicolau, e os demais convidados serão divulgados nos próximos dias.

O re:publica ocorre desde 2007 em Berlim, Alemanha, e é a maior conferência na Europa sobre internet e sociedade, reunindo mais de oito mil participantes por ano. O evento deste ano tem como lema “Love out Load” (algo como “amor para todo mundo ouvir”).

“Nossa proposta é compartilhar e debater os desafios e questionamentos que nós mesmos estamos fazendo na construção do Instituto Procomum”, afirma Georgia. “Como a sociedade civil repensa suas formas de representação e organização? Que novos modelos estão surgindo? Acreditamos que as formas estruturais que organizam o mundo contemporâneo precisam ser reinventadas”.

Um dos trabalhos que o IP vem desenvolvendo é a construção de um projeto de reflexão sobre o papel das organizações da sociedade civil no contexto atual. Esse projeto parte da premissa que as instituições que surgiram na modernidade não nos permitem enfrentar os desafios planetários que são apresentados para a garantia da realização dos direitos e uma cidadania sustentável.

O re:publica ocorre entre 8-10 de maio. Na sequência, ocorrerá a reunião da rede de inovação Global Innovation Gathering, que reúne projetos inovadores do sul global, e da qual Georgia é integrante do Conselho Consultivo. O IP está trabalhando para credenciar o LABxS (Lab Santista) a essa rede.